Trindade: Capital da fé de Goiás

 


Trindade (GO) é hoje um dos maiores pontos turísticos religiosos do país e uma das cidades brasileiras que mais atraem peregrinos. São cerca de 4 milhões ao ano. A devoção ao Divino Pai Eterno, desde 1840, nasceu, se consolidou e tem crescido a partir de Goiás. 

Assim, há um fortalecimento da própria história goiana e da tradição que tem atingido o país todo. Trindade apresenta, nos âmbitos nacional e internacional, a cultura, religiosidade, atrativos e potencialidades do Estado de Goiás.

O maior evento religioso do Centro-Oeste, segundo do Brasil e a maior festa do mundo dedicada ao Divino Pai Eterno, a Romaria que acontece em Trindade consolida a região como polo de turismo religioso e atrai público de todo o País e até do exterior. 

Durante os dez dias de festividades, este ano de 22 de junho a 1º de julho, a fé, cultura e tradição oferecem diferentes tipos de experiência para os cerca de 2,5 milhões de pessoas que passam pela cidade.



Atualmente, passam por Trindade, localizada na região metropolitana, a cerca de 18 quilômetros de Goiânia (GO), mais de 20 mil pessoas por semana. A estimativa é de 4 milhões por ano, entre devotos, peregrinos, turistas e até mesmo importantes autoridades e personalidades. Somente durante o período da Romaria, são mais de 2,5 milhões que visitam a cidade, sendo que em 2017 o número chegou a quase 3 milhões.

 “É a fé que move as pessoas. É uma verdadeira experiência espiritual, e até mesmo cultural, ver e presenciar tantas manifestações, testemunhos e cenas fortes que emocionam. São inúmeras histórias de vida que passam por aqui”.




Em 2018, na extensa programação de festa religiosa, serão realizadas 121 missas, 45 novenas, 27 orações do terço e 11 procissões, além de centenas de batizados e confissões, alvoradas e vigílias. Também acontecem desfiles e encontros tradicionais, como os de foliões, carreiros e cavaleiros, que há anos representam as raízes regionais. Dando suporte, integram a equipe de trabalho aproximadamente 2 mil pessoas entre voluntários e colaboradores.

Como a Romaria já faz parte da própria história do Estado de Goiás, entidades públicas e privadas também realizam programações artísticas e culturais, além de se envolverem com o evento. O atual reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, Pe. Edinisio Pereira, realiza reuniões de organização para garantir integração entre os órgãos e melhor acolhimento aos visitantes.  “Mal termina uma Romaria e nós já começamos a organizar a próxima. Tomamos decisões que são colocadas em conjunto para que tenhamos êxito em mais um ano”. O policiamento, atendimento nas unidades de saúde e ações dos Bombeiros são reforçados em todos os locais.




Os romeiros recebem apoio de voluntários e colaboradores ao longo da Rodovia dos Romeiros (GO-060), por onde fazem peregrinações, e também nas igrejas da cidade, como o Santuário Basílica, que possui infraestrutura reforçada inclusive de banheiros, a centenária Igreja Matriz, entre outras. Ponto de atração de turistas é também a capela com mirante do Novo Santuário igreja que está em construção e será uma das maiores do país,com o maior sino de badalo do mundo.


A Festa

O dia da grande Festa do Divino Pai Eterno é o primeiro domingo do mês de julho de cada ano. Durante os nove dias que o antecedem, são celebradas missas e novenas, além de outras atividades religiosas e programações paralelas.

Muitos devotos percorrem, a pé, os 18 quilômetros entre Goiânia e o Santuário Basílica, em Trindade, como forma de pagar promessas, pedir graças e agradecer bênçãos alcançadas. Os peregrinos partem ainda de outras cidades e Estados para o trajeto até a cidade. Caravanas também chegam de diferentes destinos do País ao longo de todo ano e se intensificam na Festa.

Comitivas de cavaleiros e de carreiros saem de diferentes regiões do País, fazem pouso ao longo do percurso até chegarem a Trindade durante a Romaria. A maior procissão de carros de boi do Brasil já é um marco tradicional do evento.


Postar um comentário

0 Comentários